Morre superintendente artístico do SBT

O superintendente artístico do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), Eduardo Lafon, de 53 anos, morreu nesta madrugada por volta de 3 horas, em sua residência, no bairro do Morumbi, em São Paulo. Vítima de um câncer que começou há cerca de dois anos, no fígado, e alastrou-se por várias partes do corpo, Lafon resistia à doença e chegou a tratar-se com médicos de outros países. Segundo familiares, durante seis meses ele ficou internado em um Hospital nos Estados Unidos, onde enfrentou vários tratamentos, e sem ter encontrado solução para o seu caso, resolveu voltar ao Brasil. Nascido em 18 de outubro de 1948, em Tupã, interior de São Paulo, Lafon deixa três filhos e a esposa, Ângela. O currículo deste profissional incluía passagem por quase todas as emissoras abertas de televisão. Durante 19 anos, trabalhou na TV Bandeirantes; depois, foi contratado pela Rede Globo e, mais tarde, pela Gazeta. Na TV Record, foi responsável pela mudança do perfil da emissora, dando projeção nacional a nomes que hoje representam contratos milionários, como AnaMaria Braga (atual Globo) e o apresentador Carlos "Ratinho" Massa (SBT). A grande amizade entre Lafon e Ratinho era evidente nas constantes participações que o superintendente fazia em seu programa diário. Lafon foi o responsável pela "descoberta" de Carlos Massa, apostando no talento do apresentador quando ainda comandava o "190 Urgente", na CNT de Curitiba. Logo após a contratação de Ratinho pelo SBT, Silvio Santos também demonstrou interesse em trazer para sua emissora o "homem forte" da Record, contratando-o em outubro de 98. Mesmo doente, Lafon não se afastou de suas atividades no SBT, onde era responsável por toda a programação artística da emissora. Nos últimos dias, Lafon esteve internado no Hospital Albert Einstein, de onde teve alta na última quinta-feira. Seu corpo será enterrado no Cemitério de Congonhas, na zona sul.

Agencia Estado,

27 de setembro de 2000 | 20h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.