Morre polêmico jurado do Nobel

O historiador e crítico literário sueco Knut Ahnlund, polêmico membro do júri do Prêmio Nobel de Literatura, morreu aos 89 anos, informou em seu site a Academia Sueca. Em várias ocasiões, Ahnlund havia causado revolta por suas declarações críticas a respeito de premiados. O jurado nasceu em maio de 1923, em Estocolmo, e era membro da Academia desde 1983. Historiador, filólogo e escritor, era conhecido e temido por suas opiniões divergentes sobre escritores, como a austríaca Elfriede Jelinek, a romeno-alemã Herta Müller e o britânico Harold Pinter. Ultimamente, ele frequentava esporadicamente as sessões da Academia. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.