Reprodução
Reprodução

Morre poeta Adrienne Rich

Escritora ganhou o National Book Award, em 1974, por sua coleção de poemas 'Diving into Wreck'

Associated Press

28 de março de 2012 | 23h21

A poeta Adrienne Rich, cuja consciência social influenciou uma geração de feministas, movimentos gays e ativistas antiguerra, morreu. Ela tinha 82 anos.

Rich, que vivia em Santa Cruz, na Califórnia, desde os anos 1980, morreu terça-feira, 27, em sua casa. Seu filho, Pablo Conrad, diz que ela morreu de complicações decorrentes de uma artrite reumatóide.

Através de sua escrita, Rich explorou assuntos como os direitos das mulheres, o racismo e o amor entre mulheres.

Rich publicou mais de uma dúzia de volumes de poesia e cinco coleções de não-ficção. Ela ganhou o National Book Award por sua coleção de poemas Diving into Wreck em 1974. Em 2004, ela ganhou o National Book Critics Circle in Poetry por sua coleção The School Among the Ruins.

Tudo o que sabemos sobre:
Adrienne Rich

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.