Morre pintor mexicano Rodolfo Morales

O pintor surrealista mexicano Rodolfo Morales morreu nesta terça-feira, em uma clínica de sua cidade natal Ocotlàn, localizada no estado de Oaxaca, ao sul do México. Tinha 75 anos. Desenvolveu seu trabalho sem grande alarde durante boa parte de sua vida. No entanto, em 1975, foi descoberto pelo também pintor Rufino Tamayo, que passou a divulgar sua obra ao redor do mundo. Desde então, expôs seus quadros, carregados de elementos da cultura Oaxaca, nas principais galerias dos Estados Unidos e Europa.Nascido no dia 8 de maio de 1925, Rodolfo Morales foi uma criança solitária, que construiu sua obra baseado em sua percepção de menino. Aos 23 anos, os pais o mandaram para a capital, estudar na Academia de San Carlos, Cidade do México. Formado, passou a lecionar na Escola Nacional Preparatoria, onde permaneceu por 30 anos. Nos últimos 15 anos de sua vida, depois de obter reconhecimento internacional, voltou a Ocotlàn para dedicar-se apenas a pintar.

Agencia Estado,

02 de fevereiro de 2001 | 19h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.