Morre pensador Alfredo Guevara

Intelectual cubano, fundador do Instituto de Cinema da ilha e presidente do Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano, tinha 87 anos

O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2013 | 02h10

O intelectual cubano Alfredo Guevara, fundador do Instituto de Cinema da ilha e presidente do Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano, morreu na sexta-feira, em Havana, aos 87 anos. Um enfarte causou a morte, informaram os médicos. Um dos intelectuais mais respeitados de Cuba após a revolução castrista, Guevara fez parte do círculo de Fidel desde os tempos da faculdade. Teve longa trajetória como promotor do cinema cubano e latino, e escreveu diversos livros e ensaios sobre o tema. Foi assistente de Luis Buñuel e condecorado com a Legion d'Honneur, a medalha mais honrosa do governo francês. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.