Morre o quadrinista e animador Ely Barbosa

O quadrinista e animador Ely Barbosa faleceu no último dia 19 de janeiro, aos 69 anos. Autor de quadrinhos, livros e animações, Barbosa é conhecido por trabalhos como a Turma da Fofura e a Turma do Cacá, que se tornou popular graças à utilização em livros infantis de Silvio Santos (e que ganhou relançamento em 2002, com relativo sucesso). Chegou a produzir quadrinhos para a Editora Abril e para a Rio Gráfica Editora, com auge ao longo dos anos 80, e que se mantiveram nas bancas até o início dos anos 90. Ely Barbosa ainda produziu peças de teatro e séries televisivas voltadas para o público infantil, chegando a receber em 1983 o Prêmio APCA, da Associação Paulista dos Críticos de Arte, como melhor programa infantil para as séries TV Tutti Frutti, na rede Band, e Boa Noite, Amiguinhos, ambos com bonecos animados. Também produziu peças publicitárias como a antológica animação do serviço de dedetização DD Drin, um dos marcos dos anos 80 (que pode ser visto no YouTube). Pelo conjunto de sua obra, recebeu o Prêmio Angelo Agostini, o mais importante no segmento, na categoria Mestre, em 1993. A família informou que não quer deixar que sua obra seja esquecida dará aos projetos do autor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.