Morre o fotógrafo Leroy Grannis

O fotógrafo norte-americano LeRoy Grannis, que popularizou o universo do surfe californiano nos anos 1960 e 1970, morreu na última quinta-feira, aos 93 anos, anunciou seu filho. Ele estava internado em centro médio de Torrance, ao sul de Los Angeles. Nascido em 1917 e vivendo na Califórnia, Grannis surfou até seus 84 anos. Suas imagens, principalmente realizadas em preto e branco, o tornaram conhecido como o "padrinho" da fotografia de surfe e do estilo de vida dos surfistas. Suas obras foram expostas em Nova York, Paris e Los Angeles e também publicadas no livro LeRoy Grannis - Surf Photography of the 1960"s and 1970"s, da Taschen. / AFP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.