Morre o fotógrafo das estrelas Richard Avedon

Richard Avedon, o revolucionário fotógrafo que redefiniu a fotografia fashion como uma forma de arte e que retratou personalidades como Marilyn Monroe, Charlie Chaplin, Jaqueline Kennedy e Audrey Hepburn, morreu nesta sexta-feira. Ele tinha 81 anos.Avedon estava no Estado norte-americano do Texas, fazendo fotos para uma reportagem da revista New Yorker, quando sofreu um derrame, no sábado. Ele passou meses trabalhando no projeto On Democracy, fotografando políticos, autoridades e cidadãos de vários pontos do país.Ele morreu no hospital Methodist Hospital, disse Perri Dorset, um porta-voz da revista New Yorker.A influência de Avedon na fotografia foi enorme, e seus trabalhos sensuais de moda ajudaram a criar a era das super modelos, como Naomi Campbell e Cindy Crawford. Mas Avedon tomou outra direção com seu trabalho, fazendo fotos cruéis e muitas vezes nada lisonjeiras de várias pessoas, desde Marilyn Monroe a Michael Moore."Os resultados podem ser sem piedade", escreveu uma vez o crítico da revista Time, Richard Lacayo, sobre os retratos em preto-e-branco de Avedon. "(Em suas fotos), até mesmo o mais importante plutocrata parece um simples mortal". Como um artigo da Publishers Weekly destacou, certa vez, Avedon ajudou a criar um selo de aprovação de celebridades: se ele fotografasse uma pessoa, ela deveria ser famosa. Sua abordagem divertida e inspiradora ajudou a tornar a indústria da moda em um negócio multibilionário.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2004 | 15h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.