Morre o filósofo e historiador Jean-Pierre Vernant

Considerado um dos principais helenistas do mundo, o filósofo, historiador e antropólogo francês Jean-Pierre Vernant morreu na noite desta terça-feira, aos 93 anos, segundo informou sua família, que não forneceu detalhes sobre a causa da morte. Nome familiar aos alunos de filosofia e história, Vernant tem diversos livros publicados no Brasil, entre eles A Origem do Pensamento Grego (Bertrand Brasil), Mito e Tragédia na Grécia Antiga (Perspectiva) e O Universo, os Deuses, os Homens (Companhia das Letras). Professor honorário do Collège de France, Vernant tornou-se herói da Resistência Francesa ao comandar as forças de libertação contra os nazistas sob o pseudônimo de coronel Berthier. Pacifista, Vernant inspirou mais recentemente a criação de uma associação francesa pela não-violência. Em entrevista ao Estado há cinco anos, ele revelou que sua paixão pela Grécia nasceu numa viagem realizada em 1935, dois anos antes de se formar em filosofia e aderir à Juventude Comunista. A despeito da empatia imediata com o país, Vernant jamais aceitou a idéia de que a Grécia teria inventado a razão e o pensamento científico. A civilização grega, defendia, nada tem de miraculosa. Vernant ficava possesso quando políticos oportunistas usavam o legado grego para distorcer o ideal democrático. Quando o ultranacionalista Le Pen disse que a Grécia havia inventado o nacionalismo, Vernant classificou sua observação de ?grotesca?. Segundo ele, o sistema de ordenamento da sociedade grega era baseado, sim, na solidariedade no interior de um grupo, jamais na idéia de clube fechado com sentimentos nacionalistas do tipo defendido por Le Pen. A compreensão da sociedade grega e do embate entre suas tradições mítico-religiosas e políticas foi o grande tema da obra de Vernant. Recusando a visão estanque de outros historiadores, ele procurou aproximar o universo grego do contemporâneo, fugindo das teorias consagradas sobre a Grécia antiga. (Matéria alterada às 14h55)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.