Morre o escultor mineiro José Pedrosa

O escultor modernista mineiro José Pedrosa morreu hoje, durante a madrugada, aos 87 anos, após sofrer uma parada cardíaca. De acordo com a Globonews, seu corpo será velado na Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte. O enterro será amanhã, às 9h30, no Cemitério do Bonfim.Nascido em 1915, em Rio Acima, Pedrosa chegou ao Rio na década de 30 e cursou a Escola Nacional de Belas Artes ao lado de Niemeyer, Lúcio Costa, Athos Bulcão, Burle Marx e Iberê Camargo. Nos anos 40 estudou em Paris. Participou do Salão Nacional de Belas-Artes do Rio de Janeiro, em 1945, e da Bienal de São Paulo, na década de 50.Entre suas obras mais famosas está a Pampulha (ou Figura Alada), no Museu de Arte da Pampulha, complexo em Belo Horizonte desenvolvido ao lado de Niemeyer e Burle Marx, nos anos 40. Pedrosa é responsável também pela monumental cabeça de Juscelino Kubitsckhek, feita em pedra sabão e instalada no Catetinho, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.