Morre o escritor Harry Crews

O escritor norte-americano Harry Crews, que ficou conhecido como autor de obras consideradas góticas ou de ficção obscura, repletas de personagens com desvios psicológicos, mentais, sociais e sexuais, morreu anteontem em sua casa em Gainesville, na Flórida, aos 76 anos. Sofria de doença no sistema nervoso. Harry Crews lançou seu primeiro livro em 1968, The Gospel Singer, sobre um evangélico em viagem pela Geórgia que encontra tipos diversos, como um lunático e um sociopata. Nascido em uma comunidade rural, publicou, ainda, as obras Naked in Garden Hills (1969), A Feast of Snakes (1976) e Celebration (1998), entre outras. / NYT

O Estado de S.Paulo

31 de março de 2012 | 03h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.