Morre o escritor francês Bernard Clavel, aos 87 anos

Autor de uma centena de livros, Clavel foi premiado com o prestigiado Goncourt, em 1968

05 Outubro 2010 | 13h43

O escritor francês Bernard Clavel, autor de inúmeras obras baseadas no realismo social, morreu nesta terça, aos 87 anos, segundo informou seu editor Albin Michael à agência France Press. Foi premiado com o Goncourt, um dos mais prestigiados prêmios literários franceses, com Les Fruits de L'Hiver (Os Frutos do Inverno, em tradução livre), em 1968.

 

Clavel nasceu em uma família modesta em 29 de maio de 1923, em Lons-Le-Saulnier, no leste da França. Foi aprendiz de pasteleiro antes de exercer diversos ofícios e se tornar jornalista nos anos 1950.

 

Seu primeiro romance, L'Ouvrier de la Nuit (Trabalhador da noite, em tradução livre), publicado em 1956, marca o início de uma carreira literária de mais de uma centena de livros, contos, histórias curtas para jovens e cerca de 40 romances, entre eles várias peças de teatro, ensaios e poemas. Várias de suas obras foram adaptadas para o cinema.

 

Nas livrarias brasileiras é possível encontrar um de seus livros juvenis publicados em Portugal: Vitoria Nas 24 Horas De Le Mans.

Mais conteúdo sobre:
Bernard Clavel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.