Morre o comediante irlandês Spike Milligan

O anárquico comediante irlandês Spike Milligan, o último sobrevivente do histórico The Goon Show, morreu hoje aos 83 anos, de uma crise hepática, em sua casa em Rye, na costa britânica. Ao lado de Peter Sellers, Harry Secombe e Michael Bentine, Milligan estreou em 1951 um revolucionário programa de rádio que daria origem mais tarde ao The Goon Show. "Nós todos temos este tipo de humor lunático. Transformamos tudo em imbecilidade, fazendo coisas como escalar o Everest por dentro", brincava.Milligan nasceu em 1918, na Índia, filho de um capitão irlandês. Não teve a mesma fama de Sellers, embora tenha diversas participações no cinema, na TV e também como escritor. E não se limitou à comédia. Incursionou com seriedade também pela poesia, pelo jazz, escreveu romances e deixou sua autobiografia. "Você tem de ser um completo idiota para rir nos dias de hoje", disse, em 1987. Em 2000, um de seus maiores fãs, o príncipe Charles, o condecorou nomeando-o cavaleiro honorário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.