Morre o artista italiano Mario Merz

O artista italiano Mario Merz, que ficou famoso por fazer arte com objetos de uso cotidiano, morreu neste domingo em Milão, aos 78 anos. A causa da morte não foi divulgada. Merz ganhou seu lugar na arte italiana com a ousadia de usar materiais como garrafas, guarda-chuvas e travesseiros em seus trabalhos. Artista desde os anos 40, Merz foi preso político do fascismo italiano em 1945. Na cadeia, usou todo tipo de suporte que tinha à mão para desenhar. Na década de 60, depois de anos pintando sobre tela, ele partiu para sua mais radical experiência artística, através do uso de objetos e, principalmente, de tubos de neon. O uso de objetos cotidianos em criações artísticas recebeu de um crítico italiano o nome de "Arte Povera", que pasosu a denominar o estilo criado por Merz. Os trabalhos de Merz e outros artistas no fim dos anos 60 eram vistos como um movimento anti-elitista da arte.

Agencia Estado,

10 de novembro de 2003 | 15h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.