Morre Mick Rock, 'o homem que fotografou os anos 70'

Morre Mick Rock, 'o homem que fotografou os anos 70'

Fotógrafo inglês foi responsável por imagens famosas de nomes como David Bowie e Iggy Pop 

Júnior Moreira Bordalo, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2021 | 03h16

Conhecido como o "homem que fotografou os anos 70", o fotógrafo inglês Mick Rock faleceu nesta quinta-feira, 18, aos 72 anos. A confirmação foi dada através de um comunicado oficial da família nas redes sociais. A causa da morte não foi divulgada. 

“É com o mais pesado dos corações que compartilhamos que nosso amado renegado psicodélico Mick Rock fez a jornada junguiana para o outro lado”, iniciou.

Responsável por fotos das capas de álbuns clássicos entre 1972 e 1979, como Transformer de Lou Reed, I Love Rock’n’Roll de Joan Jett; e Queen II do Queen, e por fotografar nomes como Syd Barrett, do Pink Floyd, Iggy Pop, e David Bowie, Mick Rock esteve no Brasil em 2014 para a exposição It's Rock, primeira dedicada a ele na América Latina.

"Quem teve o prazer de existir em sua órbita, sabe que Mick sempre foi muito mais do que 'O Homem que Fotografou os Anos 70'. Ele foi um poeta fotográfico - uma verdadeira força da natureza que passava seus dias fazendo exatamente o que amava, sempre em sua própria maneira deliciosamente ultrajante”, enaltece outro trecho.

No comunicado, a família destacou ainda sua intensidade e fascínio pela imagem. "Não vamos lamentar a perda, mas, em vez disso, celebrar a vida fabulosa e a carreira extraordinária de Michael David Rock”. 

Por fim, a equipe pediu para que a privacidade dos entes queridos e pessoas próximos fosse respeitada.

Tudo o que sabemos sobre:
rockfotografiaMick Rock

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.