Morre Joseph Hayes, autor de "Horas de Desespero"

O escritor, produtor e roteirista americano Joseph Hayes, autor do romance "Horas de Desespero", adaptada por ele mesmo para o teatro e o cinema, morreu em decorrência de complicações derivadas do mal de Alzheimer.Segundo informou a imprensa de Saint Augustine, a cidade do norte da Flórida onde estava recluso em um asilo, Hayes, que tinha 88 anos, morreu em 11 de setembro, de acordo com testemunhos de seus familiares.Nascido em 1918, em Indianápolis, Hayes, que em sua juventude chegou a se preparar para virar padre, se graduou na Universidade de Indiana e trabalhou como roteirista de rádio e televisão em Nova York.Sua obra mas conhecida foi "Horas de Desespero" (1954), na qual relata as angustiantes horas de uma família média americana como refém de três criminosos foragidos de uma prisão.Adaptada pelo teatro pelo próprio Hayes, a obra estreou em Nova York com Paul Newman e Karl Malden nos papéis principais, e ganhou o prêmio Tony em 1955, mesmo ano em que foi levada pela primeira vez ao cinema, com roteiro do autor, por William Wyler, com Humphrey Bogart e Fredric March como protagonistas.Em 1990, a obra Hayes foi objeto de um "remake" feito pelo diretor Michael Cimino, com Anthony Hopkins e Mickey Rourke nos papéis principais.Hayes também escreveu junto com sua esposa Marrijane, falecida em 1991, o roteiro de "Bon Voyage", uma produção de 1962 de Walt Disney, com Fred MacMurray no papel principal.

Agencia Estado,

24 de setembro de 2006 | 20h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.