Morre James Moody, gênio do saxofone

O lendário saxofonista e flautista James Moody, conhecido por seu virtuosismo, versatilidade e efervescência no palco morreu quinta-feira passada, aos 85 anos. Moody sofria de câncer no pâncreas e havia decidido não fazer tratamento radioativo ou quimioterápico. O músico começou sua carreira no grupo de Dizzy Gillespie, após a Segunda Guerra, e em pouco tempo desenvolveu fluência estilística nos saxs tenor e alto, uma raridade para músicos do gênero. Moody ficou famoso quando a cantora Eddie Jefferson musicou um de seus improvisos sobre a canção I"m in the Mood for Love e a gravação estourou nas paradas. NYT

, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.