AP
AP

Morre Jade Goody, que fez de seu câncer um reality show

Ex-participante do Big Brother britânico causou polêmica ao travar batalha pública contra a doença

BBC,

22 de março de 2009 | 06h26

A celebridade britânica Jade Goody, que causou controvérsia ao travar uma pública batalha contra o câncer, morreu neste sábado aos 27 anos. O sofrimento de Goody, que foi diagnosticada com câncer no colo do útero em 2008, foi acompanhado publicamente por canais de TV e vários jornais britânicos. Goody ficou famosa no programa Big Brother, em 2002, e recebeu a notícia de que estava com câncer quando participava da versão britânica do programa. Ela morreu em sua casa em Upshire, em Essex, ao lado de sua mãe e do marido, Jack Tweed, depois que o câncer se espalhou para outros órgãos.

 

A celebridade se casou com Tweed no dia 21 de fevereiro e teria recebido cerca de 700 mil libras (2,3 milhões de reais) da revista OK! pela cobertura do evento. Goody estipulou que a quantia seja entregue aos seus dois filhos Bobby, de cinco anos e Freddy, de quatro.

 

A luta de Goody contra o câncer também foi acompanhada por um programa de televisão, que a mostrou em estado terminal. Apesar da polêmica, a exposição de Goody na mídia acabou servindo como campanha para promover a realização de exames para a detecção da doença.

 

Dados de autoridades de saúde indicam um aumento considerável nos números de exames do colo do útero realizados no país desde que o drama de Jade se tornou público, em agosto de 2008. "A corajosa batalha dela contra uma forma agressiva de câncer no colo do útero recebeu grande atenção do público e encorajou milhares de mulheres a buscarem orientações sobre como prevenir a doença", disse a presidente da organização não-governamental Cancer Research UK. "Ela fez um ótimo serviço público ao aumentar a conscientização sobre a importância do exame (do colo do útero) durante os últimos meses de sua vida."

Tudo o que sabemos sobre:
Big BrotherReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.