Morre Ira Levin, autor de 'O Bebê de Rosemary'

Escritor estava com 78 anos e fez sucesso com romances de terror e suspense

Peter Cooney, da Reuters,

14 de novembro de 2007 | 14h59

O escritor Ira Levin, que fez sucesso com romances de terror e suspense como O Bebê de Rosemary, As Possuídas e Os Meninos do Brasil, todos adaptados para as telas, morreu aos 78 anos. O jornal New York Times disse que Levin morreu na segunda-feira, 12, em sua casa, em Manhattan (Nova York). Seu filho Nicholas declarou ao jornal que aparentemente ele morreu de causas naturais. O Bebê de Rosemary, sobre uma mulher que acredita ter engravidado do diabo, foi publicado em 1967 e no ano seguinte virou filme, vencedor do Oscar, dirigido por Roman Polanski e estrelado por Mia Farrow. As Possuídas (The Stepford Wives, 1972) trata de maridos de uma cidade de Connecticut que substituem suas mulheres por robôs submissos. O livro foi duas vezes adaptado por Hollywood - em 1975, na versão batizada no Brasil de As Esposas de Stepford, e em 2004, Mulheres Perfeitas, com Nicole Kidman. Publicado em 1976, Os Meninos do Brasil ficcionaliza a tentativa de um personagem real, o médico nazista Josef Mengele, de clonar o Terceiro Reich. A obra virou filme em 1978, com Gregory Peck e Laurence Olivier. Um Beijo Antes de Morrer (1953), seu primeiro romance, também foi adaptado duas vezes para o cinema. Levin também escreveu para teatro, como em No Time for Sergeants e Armadilha Mortal, ambas também levadas às telas.

Tudo o que sabemos sobre:
Ira Levin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.