Morre historiador Vitorino Godinho

O historiador português Vitorino Magalhães Godinho morreu em Lisboa na última terça-feira, aos 92 anos. A informação foi confirmada pela Universidade Nova de Lisboa, onde ele era professor catedrático na cadeira de Ciências Sociais e Humanas. Nascido em 1918, Godinho se formou em Ciências Histórico-filosóficas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e foi ministro da Educação e Cultura de Portugal em 1974. Acadêmico reconhecido também por sua resistência contra a ditadura de seu país, ele é autor de obras como O Socialismo e o Futuro da Península (1970) e Portugal, a Pátria Bloqueada e a Responsabilidade da Cidadania (1985).

, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.