AFP
AFP

Morre Georges Mathieu, pai da abstração lírica

Pintor francês faleceu no domingo, aos 91 anos, em um hospital de Paris

AFP

12 de junho de 2012 | 13h55

O pintor francês Georges Mathieu, pai da abstração lírica e precursor do happening, morreu no domingo, aos 91 anos, em um hospital de Paris, anunciou a família.

Mathieu alcançou fama internacional nas décadas de 60 e 70, e chegou a ocupar o papel de artista oficial da França. Foi o primeiro artista francês a reagir violentamente à abstração geométrica. A partir de 1947, organizou uma série de manifestações a favor da arte liberada de todas as condicionantes do classicismo.

Nascido em 1921, em Boulogne-sur-Mer, Mathieu batizou essa tendência de “abstração lírica”, privilegiando em sua pintura o traço, o movimento e a emoção.

Tudo o que sabemos sobre:
Georges Mathieu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.