Morre fundadora da livraria Cultura

Eva Herz, fundadora da tradicional Livraria Cultura de São Paulo, faleceu nessa madrugada. Ela deixara Berlim em 1938, acompanhada do marido e da mãe, fugindo do nazismo e após uma passagem pela Argentina, instalou-se em 1939 em São Paulo. O enterro ocorreu esta tarde no Cemitério Israelita do Butantã.Em 1947, ela abriu o primeiro serviço de empréstimo de livros a partir de sua própria biblioteca, toda em alemão. Seu principal publico era a colônia alemã da cidade. Eva Herz tinha 89 anos e desde 1969 passou a direção da empresa para seu filho Pedro Herz, que hoje divide o cargo com a terceira geração da família, seus filhos Sérgio e Fábio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.