Alfred Eisenstaedt
Alfred Eisenstaedt

Morre enfermeira da foto da Times Square

Imagem do beijo de marinheiro na celebração do fim da 2.ª Guerra Mundial em Nova York virou ícone

23 de junho de 2010 | 15h27

LOS ANGELES  (EFE) - A enfermeira da famosa fotografia de Alfred Eisenstaedt na qual é beijada por um marinheiro na celebração do fim da Segunda Guerra Mundial em Nova York morreu em Los Angeles aos 91 anos, informou nesta quarta, 23, o jornal "Los Angeles Times".

 

A imagem, transformada em ícone da história dos Estados Unidos, foi captada em 14 de agosto de 1945 na Times Square, em Nova York e ganhou notoriedade após a publicação na revista "Life".

 

Três décadas depois daquela dia, Edith Shain escreveu a Eisenstaedt para informá-lo que ela era a mulher misteriosa de sua fotografia.

 

A identidade do marinheiro ainda hoje continua desconhecida. Em sua carta, Shain comentou com o fotógrafo que nos últimos momentos antes do fim do conflito estava trabalhando no Doctor's Hospital in New York City.

 

Desde a revelação, a enfermeira passou a ser convidada para inúmeros eventos relacionados a homenagens às Forças Armadas e aos soldados mortos em combate.

Tudo o que sabemos sobre:
Alfred Eisenstaedt

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.