Reprodução
Reprodução

Morre em São Paulo, aos 85 anos, o poeta Décio Pignatari

Causas da morte foram insuficiência respiratória e pneumonia aspirativa

Giovana Schluter, do estadão.com.br,

02 de dezembro de 2012 | 19h35

Texto atualizado às 21h32

 

SÃO PAULO - Morreu na manhã deste domingo, 2, o poeta e ensaísta Décio Pignatari. Ele morreu às 9h no Hospital Universitário da USP (HU), de acordo com a assessoria de imprensa da instituição. Nascido em Jundiaí, em 20 de agosto 1927, Pignatari estava internado desde a última sexta-feira, 30. Ele tinha Alzheimer e morreu de insuficiência respiratória e pneumonia aspirativa, como informou o HU.

 

Pignatari ficou conhecido na década de 1950 por sua participação no movimento concretista. Filho de imigrantes italianos, além de poeta e ensaísta, foi tradutor, romancista, publicitário e professor, contista, dramaturgo. Em 1949, publicou seus primeiros poemas na Revista Brasileira de Poesia. Lançou seu primeiro livro de poemas, Carrossel, em 1950, e, dois anos depois, começou a editar a revista-livro Noigandres, que levava o mesmo nome do grupo que fundou com os irmãos Augusto (1931) e Haroldo (1929 - 2003) de Campos, também poetas.

Pignatari se envolveu também com a teoria da comunicação: em 1969, foi um dos fundadores da Associação Internacional de Semiótica (AIS), e em 1975, da Associação Brasileira de Semiótica (ABS).

 

"Décio Pignatari foi um dos artistas mais revolucionários e um dos pensadores mais incisivos que o Brasil já teve", disse no Twitter o diretor da Casa das Rosas, Frederico Barbosa.

 

A informação sobre a morte do poeta circulou mais cedo nas redes sociais e foi confirmada às 19h30 pelo HU. Na Wikipedia, a página sobre o poeta foi atualizada no fim da tarde com a informação sobre a morte do poeta. Segundo a rádio CBN, o enterro acontecerá amanhã, no cemitério do Morumbi, às 12h.

 

Aguarde mais informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.