Morre Elizabeth Janeway, autora americana feminista

Elizabeth Janeway, autora americana que iniciou sua carreira escrevendo romances nos anos 40, mas depois dedicou-se às não-ficções nos anos 70 para expressar seu apoio ao feminismo, morreu de causas naturais no sábado, aos 91 anos, em Nova York. Elizabeth Janeway, autora americana que iniciou sua carreira escrevendo romances nos anos 40, mas depois dedicou-se às não-ficções nos anos 70 para expressar seu apoio ao feminismo, morreu de causas naturais no sábado, aos 91 anos, em Nova York. Janeway atraiu atenção nacional com o livro Man?s World, Woman?s Place: A Study of Social Mythology, de 1971.

Agencia Estado,

21 de janeiro de 2005 | 13h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.