Morre editora de Tarantino

MEMÓRIA

EFE, O Estado de S.Paulo

29 de setembro de 2010 | 00h00

Sally Menke, editora que trabalhou na montagem de todos os filmes de Quentim Tarantino, foi encontrada morta ontem de manhã em Beachwood Canyon, Los Angeles. Ela tinha 56 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada, nem o papel da temperatura - fazia 45 graus no centro da cidade, a poucos quilômetros de onde Sally caminhava com seu cachorro. Uma amiga que também a acompanhava decidiu voltar pra casa por causa do calor. Sally foi indicada para o Oscar por seu trabalho em Pulp Fiction (1994) e Bastardos Inglórios (2009). Sem Tarantino, montou filmes como O Preço da Traição (1996) e Espírito Selvagem (2000).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.