Jim Cooper/ AP
Jim Cooper/ AP

Morre editor Barney Rosset

Consequências de cirurgia cardíaca causaram falecimento de lutador contra a censura na literatura

estadão.com.br,

22 Fevereiro 2012 | 15h29

SÃO PAULO - Morreu nesta terça-feira, 21, aos 89 anos, o editor norte-americano Barney Rosset, em um hospital em Nova York após cirurgia cardíaca, informou o The Washington Post.

Fundador da Groove Press e editor da revista Evergreen In View, Rosset foi responsável pela publicação de vários títulos eróticos censurados nos Estados Unidos, como Trópico de Câncer, de Henry Miller, e O Amante de Lady Chatterlay, de D. H. Lawrence, sendo perseguido pela polícia durante anos.

O editor é famoso por sua luta contra o puritanismo e a censura na literatura e seu trabalho foi reconhecido com um prêmio da National Book Foundation por seu legado em 2008. Sua vida será retratada em uma biografia publicada pela Algonquin Books.

Mais conteúdo sobre:
Literatura Barney Rosset

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.