Morre artista plástico Júlio Guerra

O artista plástico Júlio Guerra morreu domingo, aos 89 anos, de câncer e seu corpo foi enterrado hoje no cemitério Santo Amaro. Guerra é autor de diversos monumentos que se tornaram referência em São Paulo. Como a estátua do bandeirante Borba Gato, de 10 metros de altura e 40 toneladas, instalada desde 1962 na Praça Augusto Tortorello de Araújo, em Santo Amaro, bairro que conta ainda com diversos murais sobre sua história, produzidos pelo artista. Júlio Guerra é autor também da escultura Mãe Preta, no Largo do Paissandu, no centro. E da polêmica São Paulo Apóstolo, feita para ficar na entrada do Túnel 9 de Julho, que sofreu inúmeras críticas por ser "muito colorida".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.