Morre Arthur C. Clarke, autor de '2001: Uma Odisséia no Espaço'

O escritor Arthur C. Clarke, umpioneiro da ficção científica, famoso especialmente pelo livro"2001: Uma Odisséia no Espaço", morreu aos 90 anos no SriLanka. "Ele teve um ataque cárdio-respiratório", disse seusecretário pessoal, Rohan de Silva. Segundo ele, os médicosatribuíram o ataque a uma seqüela da poliomielite, doença quehá anos o mantinha numa cadeira de rodas. Para celebrar sua "90a órbita do sol" em dezembro, o autore teorista fez três desejos: Que os E.Ts me chamem, que o homemabandone seu hábito petroleiro e que o Sri Lanka encontre apaz. Naquela festa, com a presença da presidente da ilha,Mahinda Rajapaksa, Clarke contou que sua mente continuavavagando pelo universo, apesar da paralisia, como se ainda fossejovem. Clarke nasceu na Inglaterra em 16 de dezembro de 1917 etrabalhou com radares na Força Aérea durante a Segunda GuerraMundial. Foi um dos primeiros a sugerir o uso de satélitesorbitais para as comunicações, e na década de 1940 previu que ohomem chegaria à Lua antes de 2000, idéia a princípiodesprezada por especialistas. Quando Neil Armstrong pousou na Lua, em 1969, os EstadosUnidos disseram que Clarke havia "fornecido o impulsointelectual essencial" que levou a humanidade até lá. Clarke esteve pela primeira vez no Sri Lanka na década de1950, para mergulhar no oceano Índico, e se apaixonou pelolugar a ponto de ficar para sempre. Escreveu mais de 80 livros, além de 500 artigos e contos.Em 2005, recebeu a mais importante condecoração cingalesa porsua contribuição científica e tecnológica e por seu compromissocom o Sri Lanka. "Vivo no Sri Lanka há 50 anos, e em metade do tempo fui umatriste testemunha de um amargo conflito que divide meu paísadotivo, e gostaria de ver uma paz duradoura estabelecida noSri Lanka assim que possível", disse Clarke por ocasião doaniversário, num vídeo divulgado pelo site www.youtube.com. Cerca de 70 mil pessoas morreram desde 1983 no conflitoentre o governo e a guerrilha separatista Tigres da LibertaçãoTâmil. Clarke também vinha trabalhando com a idéia de um "elevadorespacial". "A era de ouro do espaço está só começando", previuClarke. "Nos próximos 50 anos, milhares de pessoas vão viajar paraa órbita da Terra, e então para a Lua e além. As viagensespaciais e o turismo espacial um dia se tornarão quase tãocomuns quanto voar para destinos exóticos no nosso planeta."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.