Morre aos 93 o Nobel polonês Czeslaw Milosz

O poeta polonês Czeslaw Milosz, prêmio Nobel de literatura em 1980, morreu hoje aos 93 anos.Milosz foi notório opositor de regimes totalitários, matéria principal de sua obra poética. Sobreviveu à invasão nazista, primeiro, e à tirania do regime comunista, depois. Passou quase 30 anos exilado na França e nos Estados Unidos e só voltou à Polônia após o desmantelamento da Cortina de Ferro, que segregava os blocos de países comunistas e capitalistas.O prêmio Nobel veio no rastro da campanha empreendida na Polônia pelo Solidariedade, o primeiro sindicato independente do mundo comunista.Milosz morreu em sua casa, em Cracóvia, cercado pelos familiares. "Foi um grande polonês", declarou neste sábado o primeiro-ministro Marek Belka.Entre seus livros mais conhecidos, estão The Captive Mind, The Issa Valley e Não Mais, publicado no Brasil pela UNB.

Agencia Estado,

14 de agosto de 2004 | 12h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.