Oscar Hidalgo/The New York Times
Oscar Hidalgo/The New York Times

Morre, aos 62 anos, o escritor Oscar Hijuelos

Sua obra mais conhecida é 'Os Mambo Kings Tocam Canções de Amor', adaptada para o cinema

EFE,

13 de outubro de 2013 | 20h36

Morreu ontem, em Nova York, o escritor norte-americano Oscar Hijuelos. Ele estava com 62 anos e sua morte foi anunciada hoje por sua mulher, segundo quem ele desmaiou durante um jogo de tênis e não mais recuperou a consciência.

Hijuelos foi o primeiro autor de origem hispânica a vencer o Prêmio Pulitzer de ficção, pelo livro Os Mambo Kings Tocam Canções de Amor (1989), lançado este ano no Brasil pela editora Virgilae.

O autor nasceu em Nova York, filho de pais cubanos, e dedicou boa parte de sua obra a histórias que tratam da adaptação de latino-americanos aos costumes dos EUA. Seu primeiro livro, Our House in the Last World, foi publicado em 1985.

Sua segunda obra, Os Mambo Kings Tocam Canções de Amor, foi adaptada para o cinema em 1992 e, em 2005, ganhou uma versão em musical, estreada na Broadway. No ano passado, a história ganhou continuação com a publicação de Bella María de mi Alma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.