Morre a escritora sueca Marianne Fredriksson

A escritora Marianne Fredriksson, autora sueca de sucesso internacional, morreu no domingo, aos 79 anos, em sua casa em Österskär, nos arredores de Estocolmo, cidade onde ela começou sua carreira no jornalismo. As causas ainda não foram divulgadas. Em 1980, após uma crise pessoal, a autora deu início à carreira literária com Evas Bok. Seus livros venderam milhares de exemplares e foram traduzidos para 47 idiomas. Seu último romance, Ondskans Leende, foi publicado no ano passado. A autora de Hanna e Suas Filhas partia de temas bíblicos, passava por sagas familiares e também discutia a violência contra a mulher.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.