Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Morre a escritora Ruth Guimarães

Autora paulista fez contribuições ao Suplemento Literário do 'Estado'

O Estado de S. Paulo

21 de maio de 2014 | 20h17

Morreu nesta quarta-feira, 21, a escritora Ruth Guimarães. Seguidora de Mário de Andrade, a escritora foi eleita para a Academia Paulista de Letras em setembro de 2008. Complicações decorrentes da diabetes levaram a escritora a um hospital na cidade de Cachoeira Paulista, a 200 km de São Paulo, nesta manhã.

O enterro será realizado nesta quinta-feira, 22, às 10h, no cemitério municipal da cidade.

Ruth Guimarães Botelho nasceu em Cachoeira Paulista, no dia 13 de junho de 1920. Em 1938 ingressou no curso de Letras Clássicas da USP. Trabalhou para diversas editoras como revisora e tradutora, escreveu diversas crônicas para veículos da imprensa paulistana e contribuiu com contos para o Suplemento Literário de O Estado de S. Paulo.

::: Cultura Estadão nas redes sociais :::
:: Facebook ::
:: Twitter ::

Seu primeiro livro foi Água Funda, publicado em 1946 pela Edição da Livraria do Globo. Seu livro mais recente foi publicado em 2006, pela JAC Editora (Calidoscópio - A Saga de Pedro Malazarte).

Tudo o que sabemos sobre:
LiteraturaRuth Guimarães

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.