Morre a bailarina russa Natalia Dudinskaya

A bailarina russa Natalia Dudinskaya morreu hoje, aos 90 anos, em São Petersburgo, segundo informou a assessoria do Teatro de Maryinsky. A razão de sua morte não foi informada. Uma das estrelas do tradicional balé russo, durante o regime comunista, a dançarina começou sua carreira no mesmo Teatro de Maryinsky em 1931.Nos tempos da antiga União Soviética, a companhia passara a se chamar Ballet Kirov, em homenagem ao líder comunista Serguei Kirov, e se consagrara mundialmente. Com a queda do regime, Maryinsky voltou batizar tanto o teatro como a companhia, assim como a cidade deixou de se chamar Leningrado.Natalia foi por décadas a primeira-bailarina do Kirov, em coreografias clássicas como A Bela Adormecida e O Lago dos Cisnes. Foi casada com outra lenda do balé russo, o coreógrafo Konstantin Sergeyev, morto em 1992. Após sua premiada carreira nos palcos, Natalia passou a formar novas gerações de dançarinos. Entre seus discípulos estão dois dos maiores nomes atuais da dança no país, Ulyana Lopatkina e Anastasia Volochkova.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2003 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.