Morre a atriz paraense Cléa Simões

A atriz paraense radicada no Rio de Janeiro, Cléa Simões, de 79 anos, morreu na manhã desta sexta-feira no Hospital de Clínicas de Niterói, por falência múltipla dos órgãos, insuficiência renal e hipertensão. Cléa Simões começou na TV Globo em 1966, na novela Eu Compro Essa Mulher. Trabalhou na novela Laços de Família (2000), de Manoel Carlos, grande sucesso de audiência. Sua última aparição na TV foi em 2002, na novela Coração de Estudante. No ano passado, Cléa participou do documentário O Negro no Pará ? Cinco décadas depois.., baseado no livro do professor e historiador paraense Vicente Salles, O Negro no Pará Sob o Regime da Escravidão. Cléa fala, no documentário, sobre a importância de Vicente e de sua pesquisa.A atriz participou de 15 novelas e de 14 filmes. Será enterrada hoje às 17 horas, no Cemitério do Caju. As informações são do Globo on Line.

Agencia Estado,

24 de fevereiro de 2006 | 11h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.