"Moon Water" mescla movimentos de dança e tai-chi

O espetáculo de dança Moon Water, cuja temporada em São Paulo começa hoje no Alfa, mescla a leveza e precisão dos movimentos do tai-chi com a beleza do reflexo da água em espelhos. Ele é "capaz de mudar o humor e o metabolismo de quem o assistir", como diz Lee Ching-chun, a diretora artística associada do Cloud Gate. A coreografia, criada em 1998 pelo coreógrafo e diretor da companhia Lin Hwai-min, é inspirada em um provérbio budista que diz: "A energia flui como a água, enquanto o espírito brilha como a Lua." "Na peça trabalhamos com o ilusório, com o estado de espírito e elementos do tai-chi", diz Lee. O clima é dado pela trilha sonora - Seis Suítes para Solo de Cello, de Bach, interpretada por Mischa Maisky. O cenário reúne vários espelhos suspensos no ar e no fundo do palco. A água flui, transforma o palco em um espelho a refletir os corpos dos bailarinos. O figurino é branco e a marcação é sempre circular.Um dos motes do Cloud Gate é apresentar a tradição oriental com elementos ocidentais. "Somos únicos porque ninguém fez esse tipo de junção até hoje, apresentamos uma dança abstrata, que mostra as belezas das raízes chinesas." A apresentação de hoje de Moon Water é motivo de comemoração para o grupo, será a 100.ª da coreografia. "Esse será um momento especial para o grupo. Sei que os cinco primeiros minutos são difíceis, mas espere, respire fundo e tudo fluirá como a água."Cloud Gate Apresenta Moon Water - Teatro Alfa (1.134 lug.). Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, 5693-4000. De hoje a sábado, 21h; domingo, 18h. Ingressos: de R$ 40 a R$ 90. Até domingo

Agencia Estado,

18 de novembro de 2004 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.