Montagem infantil faz prevenção do preconceito

Um universo que parece comum à maioria das pessoas, mas que ainda sofre preconceitos pela falta de informação, é o da deficiência física. Foi depois de observar quanto a desinformação dificulta a vida dos portadores de qualquer tipo de deficiência que a psicóloga Célia Horta criou o espetáculo Meu Deus, Isto Fala!, que estréia sábado, às 16 horas, no Teatro Crowne Plaza, em São Paulo.Dedicado ao público infantil, mas um programa para toda a família, a peça trata o tema de maneira humorada, com o objetivo de amenizar ou evitar qualquer preconceito por parte da garotada. "Como nos Estados Unidos, no Brasil 10% da população tem algum tipo de deficiência. A diferença é que aqui essas pessoas ficam em casa e, quando saem, são discriminadas e excluídas", explica. "Então, percebi, a partir de meus estudos que a prevenção do preconceito é a melhor maneira de formar cidadãos mais conscientes." É por meio de um texto leve e divertido que a autora conquista a atenção do público para um assunto sério e delicado. Baseado na técnica de manipulação japonesa bunraku, o espetáculo coloca em cena a autora e a Trupe Ilimitada, formada por cinco bonecos, que são coordenados por seis manipuladores. Inspirado na vida de Graham Bell, o inventor do telefone, que tinha mulher e mãe surdas, a peça narra a história de Romeu (deficiente visual), Eva (deficiente auditiva) Muki (deficiente físico), Krush (deficiente mental) e Ziquinha (um velhinho), que estão ensaiando um espetáculo.Além de gravar as vozes, Célia interpreta as sete canções, com versões adaptadas por ela. Segunda a autora, numa feira de invenções, Graham Bell convidou d. Pedro II para testar o telefone e, ao ver que funcionava, ele exclamou Meu Deus, isto fala! No texto, ela usa a frase como argumento para a discussão."Meu Deus, Isto Fala!, de Célia Horta. Sábado e domingo, às 16 horas. R$ 10,00 e R$ 8,00 (para deficientes). Teatro Crowne Plaza. Rua Frei Caneca, 1.360, em São Paulo, tel. (11) 289-0985. Até 16/2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.