MoMA vai voltar este ano a Manhattan

O MoMA, museu de arte moderna de Nova York, vai reabrir sua sede em Manhattan em novembro, após uma reforma que praticamente dobrou sua capacidade. As obras começaram há dois anos, orçadas em US$ 650 milhões e com finalização prevista para 2005. Conforme a imprensa americana, porém, os custos chegaram a US$ 858 milhões, e a reinauguração foi antecipada para 2004. O dia da reabertura do museu já foi marcado: será dia 20 de novembro, com entrada grátis. O projeto de renovação e expansão da sede do museu foi tocado pelo arquiteto Yoshio Taniguchi. Por conta da reforma, o MoMA se transferiu há dois anos para o Queens, onde atualmente ocupa uma velha fábrica. Esta filial será fechada em setembro, dois meses antes, portanto, da reabertura da sede em Manhattan. Durante este período, o prestigiado museu ficará fora de circuito.

Agencia Estado,

07 de abril de 2004 | 15h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.