Modigliani bate recorde. Vendido por US$ 26,8 milhões

Foram lances mais animados que o habitual. Afinal, Nu Reclinado (De Seu Lado Esquerdo), uma tela pintada por Amedeo Modigliani em 1917, acabou sendo vendida, ontem à noite, por US$ 26,8 milhões para quatro compradores, cujos nomes não foram revelados, em ofertas feitas pelo telefone. O preço foi um recorde para um leilão da obra do pintor italiano, registrou a Christie?s.O quadro pertencia ao proprietário de cassinos e colecionador de arte Stephen A. Wynn ? o Nu Reclinado era uma das várias obras da vasta coleção de mestres europeus e americanos dos séculos 19 e 20, exposta na galeria do resort Desert Inn, onde Wynn está construindo um novo cassino-hotel.A Christie?s não diz quando ou por quanto Wynn comprou a tela. O The New York Times entrevistou especialistas que disseram que ele havia pago cerca de US$ 10.000.000, quando a adquiriu em meados de 1980.O leilão de hoje, parte de uma série de sessões iniciadas há duas semanas, também registrou um recorde de venda para o artista cubista Fernand Leger, com US$ 22,4 milhões para Mulher em Vermelho e Verde, pintado em 1914. O quadro foi confiscado pelos nazistas, durante a Segunda Guerra, e devolvida aos herdeiros apenas recentemente.Três obras de Vincent van Gogh, todas pintadas em 1888, também foram leiloadas. Uma aquarela rara A Ponte de Langlois em Arles foi vendida a um comprador não identificado por US$ 8,2 milhões. A Alameda de Aluscamps, óleo de um antigo cemitério romano, saiu por US$ 11,7 milhões para outro anônimo, em lance por telefone. Natureza Morta foi vendida por US$ 4,3 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.