Modena termina preparativos para funeral de Pavarotti

Imprensa italiana anuncia possível participação no serviço religioso de Elton John, Sting e Bono Vox

Efe,

07 de setembro de 2007 | 21h56

Modena, cidade natal do tenor italiano Luciano Pavarotti, morto na quinta-feira, 6, vítima de um câncer no pâncreas, trabalha nos últimos preparativos do funeral do mestre, de quem milhares de pessoas foram se despedir, nesta sexta-feira, 7, na catedral local. Na Itália, o tenor era conhecido como 'Grande Luciano', nome que deverá receber o teatro da cidade, segundo anunciou o prefeito de Modena.Até o momento, não foram confirmados os artistas do mundo da música que assistirão ao funeral do tenor, previsto para amanhã, às 10h (de Brasília). Porém, o prefeito da cidade, Giorgio Pighi, disse que "muitos já estão a caminho". Meios de comunicação italianos anunciaram o possível comparecimento no serviço religioso dos cantores Elton John, Sting e Bono Vox (do U2), com os quais o tenor cantara na série de shows beneficentes Pavarotti&Friends.  Veja também:Morre Luciano Pavarotti, um dos mais importantes tenores da históriaPavarotti, cantor de voz belíssima, com dicção impecávelLuciano Pavarotti, o tenor inconfundível Piza: Una furtiva lacrima per Pavarotti Pavarotti esteve sete vezes no BrasilOs grandes papéis do tenor Luciano PavarottiHistórias pouco conhecidas do fenômeno PavarottiMorte de Pavarotti provoca comoção na ItáliaTeatro da cidade natal de Pavarotti se chamará Grande Luciano Grandes nomes da música lamentam a morte de Pavarotti Sempre admirei a voz divina de Pavarotti, diz Plácido DomingoNa infância, Pavarotti sonhava em ser craque de futebolOuça trecho de "La Donne È Mobile", da ópera "Rigoletto", de Verdi, na voz do tenor Luciano Pavarotti  Ouça trecho de "Nessum Dorma", da ópera "Turandot", de Puccini, na voz do tenor Luciano Pavarotti  Pavarotti - Nessun Dorma   Os Três Tenores - Nessun Dorma  James Brown & Pavarotti  Luciano Pavarotti - Ave Maria - Schubert  Queen + Luciano Pavarotti - Too Much Love Will Kill You  A última exibição de Pavarotti - Torino 2006 per le Olimpiadi    No entanto, já foram confirmadas a presença do ex-secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan; do primeiro-ministro da Itália, Romano Prodi; do ministro de Cultura, Francesco Rutelli; e do comissário europeu de Cultura, Jan Figel. Enquanto centenas de pessoas aguardavam numa imensa fila para darem seu último adeus a Pavarotti, cujo corpo está sendo velado na Catedral de Modena, as melhores árias de ópera cantadas pela tenor ecoavam pela praça principal da cidade durante os testes de som que eram feitos para os atos deste sábado, 9. O sábado será de luto oficial em Modena, onde dois grandes telões estão sendo instalados na Praça Maior e na Praça de Santo Agostinho para que os habitantes e a imprensa possam acompanhar os ritos fúnebres. A última saudação musical a Pavarotti, programada para acontecer na catedral, será comandada pelo cantor Andrea Bocceli, a soprano Raina Kabaivanska e o flautista Andrea Griminelli, que serão acompanhados pelo Coral Rossini, onde o tenor tinha começado a cantar. Segundo o prefeito de Modena, nesta sexta-feira, cerca de 40 mil pessoas foram velar o corpo de Pavarotti, entre elas o presidente italiano, Giorgio Napolitano, que cumprimentou a irmã do tenor, Gabriella, a atual mulher, Nicoletta Mantovani, e as três filhas mais velhas dele, fruto do primeiro casamento. Quem também passou pelo velório foi Alice, de 4 anos, filha de Pavorotti e Mantovani e que deixou um desenho na cabeceira do caixão do pai.

Tudo o que sabemos sobre:
Pavarotti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.