Modelo diz que provará que não é penetra

A modelo Caroline Bittencourt manteve nesta segunda-feira, pouco antes de participar de um desfile de moda na capital paulista, a versão de que foi expulsa aos gritos pela noiva Daniela Cicarelli, acompanhada de seis seguranças, da festa do casamento do jogador Ronaldo, no castelo de Chantilli, na França. No domingo, Cicarelli declarou, no programa Domingão do Faustão, da TV Globo, que "jamais faria isso" e que mal conhecia Caroline.Daniela Cicarelli também declarou no domingo que Caroline e várias outras pessoas entraram na festa sem convite. Caroline, por sua vez, afirmou que provará que o convite de seu namorado, o empresário Álvaro Garnero, dava o direito a levar uma acompanhante, pois trazia junto com o nome dele o complemento "e mulher". Caroline, que afirmou só querer esquecer o episódio, "porque foi muito triste", desfilaria nesta noite junto com o ator Henri Castelli pela grife TNG, no segundo desfile do prêt-à-porter Brasil, no Hotel Unique.O primeiro desfile foi o da grife infantil Green, que teve a atriz Claudia Raia com a sua filha Sophia na passarela. Os desfiles acontecem até quinta-feira.

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2005 | 21h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.