Moda de Herchcovitch é para homem pirata

Alexandre gosta de mexer com o estabelecido, e começou mudando até o jeito da passarela. Em vez da tradicional, dispôs a platéia em um grande círculo e colocou os modelos também para andar no centro da roda. De cara, deu a impressão de que os homens da grife iam dançar aquela deliciosa quadrilha fashion, pois vieram com os mesmos patchworks de jeans nas calças, os mesmo camuflado coloridinho, mas o Prince na trilha, o visual andrógino dos modelos, com olhos bem marcados a cajal, mostraram que sua viagem ia mais longe. Ele tratou de colocar os meninos em tons vibrantes, como rosa, verde e azul-uniforme. Fez muita camiseta e moletom sem mangas. Tascou estampa de pássaro nas camisas, fez listrados fininhos, em todas as cores, mas alto lá. O marinheiro de Herchcovitch não é o mocinho do mar. É o pirata dessa trip, com direito a chapéu e espada na cinta. Ah... e rolou também um look Mister M, já que seu mago de cartola exibe calça e blazer com aquelas listras iguaizinhas à máscara do mágico que conta todos os segredos. Até os de Herchcovitch!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.