Mobiliário de Sergio Rodrigues ganha nova versão

Quinze peças de mobiliário criadas pelo arquiteto e designer carioca Sergio Rodrigues foram reeditadas em lyptus (madeira proveniente de reflorestamento), pela Lin Brasil. O resultado pode ser conferido a partir desta quinta-feira em exposição no Shopping D&D. Durante o evento, Soraia Cals estará autografando o livro Sergio Rodrigues, organizado por ela e lançado pelo Banco Icatu. A programação também inclui uma mesa-redonda, às 17h30, "com a intenção de reunir arquitetos e pessoas interessadas em discutir a situação do mobiliário e do design brasileiros", explica Rodrigues. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas com antecedência (tel. 3043-9000).Selecionados entre as mais de mil peças projetadas ao longo de quase 50 anos de carreira, os móveis que integram a mostra foram escolhidos, segundo o próprio autor, por permitir uma melhor demonstração da madeira lyptus. "São peças que imprimem uma manifestação moderna do mobiliário e ganharam nomes de pessoas com quem tenho afinidade, como, por exemplo, a cadeira Kilin (como ele chama carinhosamente sua mulher)", diz Rodrigues.Ícone do mobiliário nacional, a famosa Poltrone Mole também foi reeditada. Vencedora do 4.º Concorso Internazionale del Móbile, em Cantu, na Itália, ela faz parte da coleção do Museu de Arte Moderna de Nova York. Segundo afirmou o arquiteto e crítico americano Clement Meadmore: "É um dos 30 assentos mais importantes dos últimos cem anos."Lançado no fim do ano passado no Rio, o livro Sergio Rodrigues traz, além da biografia feita por Andre Seffrin e das fotos de Paulo Affonso Agapito da Veiga, textos de amigos e admiradores de seu trabalho, entre eles Millôr Fernandes e Maria Cecília Loschiavo dos Santos.Sergio Rodrigues. De segunda, das 12 às 22 horas; terça a sábado, das 10 às 22 horas; domingo, das 14 às 20 horas. Shopping D&D. Avenida das Nações Unidas, 12.555, tel. 3043-9000. Até 3/6. Abertura amanhã (24), às 19h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.