Moacyr Scliar resgata personagem de Lima Barreto

Policarpo Quaresma não morreu, pelo menos é o que assegura Moacyr Scliar, que acaba de lançar pela Editora Ática o Ataque do Comando P.Q. (88 págs., R$ 11,90). Nesta obra, feita sob medida para adolescentes que buscam na literatura fonte de prazer e de insights para compreender o País, o autor gaúcho conta a história de uma cidade invadida por mensagens de computador com denúncias de corrupção inspiradas no personagem de Triste Fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto. O poder local, sob ameaça de desmoralização, contrata um jovem internauta para decifrar o mistério. Sua saída é ler o livro de Barreto, que dá as chaves para solucionar a charada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.