MIS exibe trabalhos de Lucila Meirelles

A partir de hoje, às 20h, o MIS apresenta trabalhos produzidos desde o início dos anos 80 pela videoartista Lucila Meirelles, que doou todas as suas obras para o museu. Na abertura, será apresentada a videoinstalação Contaminação, criada com Inês Cardoso e Yugo Tanaka especialmente para o evento. Às 20h30, Lucila Meirelles grava seu depoimento para a série Memória do Vídeo do museu, em um debate com a participação de José Roberto Aguilar e Solange Farkas. A mostra termina dia 29 de outubro e acontece diariamente sempre às 20 horas.Confira a programação:Quinta-feira - 26 de outubroOfício de Pintor (20´) (1979) - Making of do curta Ofício de Pintor, de Américo Marques da Costa, sobre o trabalho do artista José Roberto Aguilar.Pivete ( 6´) (1987) -A problemática do menor, vista pela ótica das próprias crianças. Sinfonia Panamérica (15´) (1988) - Saga épica, mítica e poética sobre o artista José Agripino de Paula.Sexta-feira - dia 27 de outubroCrianças Autistas (11´) (1989) - Documentário sobre crianças autistas onde o silêncio e o movimento fazem parte da linguagem. O vídeo participou como hours-concours da V Manisfestaction Internacionale de Video e TV de Montbeliárd.Yara Bernette, Mergulhada na Música (18´) (1994) - Vídeo de 18 minutos sobre a pianista brasileira. Foi exibido pela TV Cultura e também no Teatro Cultura Artística, por ocasião do recital de piano de Yara Bernette, em comemoração aos seus 75 anos.O Olho que não TV (1´) (1994) - Uma cega relembra sua experiência diante da TV, com o filme Atração Fatal. Sábado - dia 28 de outubroGênero, Mentiras e Videotape ( 18´) (1996) - Lucila foi convidada pelo Instituto Cajamar, TV dos Trabalhadores e a ONG italiana Croccevia para roteirizar e dirigir uma comédia sobre a questão dos gêneros masculino e feminino. Arte Pública (8´) (1995) - Documentário poético realizado a convite do SESC, por ocasião do 1° seminário SESC - Arte Pública em São Paulo sobre a arte pública de São Paulo. O vídeo é exibido na Mostra United Artist, em dezembro de 95, na Casa das Rosas, em São Paulo.In Babel (9´) (1997) - Concerto digital trash babélico de São Paulo realizado pelo SESC.Domingo - dia 29 de outubroCego Oliveira, no Sertão do seu Olhar (18´ ) (1998) - Documentário poético sobre a realidade do sertão e as imagens criadas por pessoas parcialmente cegas. Um Lugar chamado lar ( 26´) (1999) - Reflexões sobre a violência sobre a violência doméstica vista pelo homem, pela mulher e pela criança. Realização : TV Cultura. Selecionado para participar no Panamá do 1º Taller Latino Americano Input/Unesco y Coloquio regional sobre a televisão a de serviço público".Vertigens: Deus e o Diabo no Meio do Redemoinho (6´) - 2000 Vídeo de fragmentos da obra de Glauber Rocha dialogam com paisagens vertiginosas do sertão de Guimarães Rosa. MIS - Museu da Imagem e do Som - Av. Europa, 158 - tel: 3085-1498. Entrada Franca

Agencia Estado,

25 de outubro de 2000 | 16h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.