"Mire Veja" encena o caos urbano de SP

Numa enquete informal realizada entre críticos e jornalistas especializados presentes à ultima edição do Festival de Teatro de Curitiba, o espetáculo Mire Veja constou, invariavelmente, entre os três melhores da vasta programação do evento. Criado pela paulistana Cia. do Feijão a partir do livro Eles Eram Muito Cavalos, de Luiz Ruffato, Mire Veja estréia hoje no Teatro Eugênio Kusnet. O livro de Ruffato une vários contos, se é que podem ser classificados como contos os textos curtos do autor através dos quais ele fala da caótica metrópole paulistana. E o faz a partir de flagrantes do cotidiano de personagens, como um motorista de táxi que fala compulsivamente com seu passageiro, um garoto em busca de emprego, um assaltante tocaiando sua presa ou um casal de favelados atentos aos ruídos da violência que os cerca. Pedro Pires e Zernesto Pessoa, responsáveis pela adaptação do texto e também pela direção do espetáculo, selecionaram 20 contos para levar ao palco e optaram por acentuar uma trajetória que vai do campo para a cidade, do silêncio à balbúrdia da cidade e daí novamente ao silêncio, só que desta vez um silêncio imposto pelo medo, na perigosa selva urbana. Esse desenho existente de forma sutil e potencial no original foi ressaltado em cena, numa feliz transposição para a linguagem teatral.Clique aqui para ler maisMire Veja - Criação Companhia do Feijão. Direção e dramaturgia Pedro Pires e Zernesto Pessoa. Duração: 90 minutos. De quinta a sábado, às 21 horas; domingo, às 20 horas. R$ 12,00. Teatro Eugênio Kusnet. Rua Teodoro Baima, 94, tel. 3256-9463. Até 29/4

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.