Ministro manda apurar roubo de revista rara nos Correios

A vice-presidente de Rede e Relacionamento com os Clientes dos Correios, Glória Guimarães, informou ontem que o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, demonstrou preocupação com o desaparecimento do exemplar raro da revista Nitheroy, enviado em dezembro por um sebo de São Paulo a um editor carioca, e determinou que todas as medidas que estão sendo tomadas sejam reforçadas. O fato foi noticiado pelo Estado na quarta-feira.

O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2012 | 03h08

Gloria disse lamentar o fato e informou que os Correios estão empenhados em ajudar no trabalho de investigação das polícias Federal e Rodoviária Federal, "prestando todas as informações necessárias para que a ocorrência seja elucidada". A executiva conversou ontem pela manhã com José Renato Almeida Lopes, do sebo O Alfarrabista de Vila Mendonça, remetente da encomenda roubada, para informá-lo sobre as medidas que vêm sendo tomadas. Também tentou contato com o destinatário, o editor Sérgio Cohn, marcando conversa para a tarde de ontem. Segundo nota dos Correios, Lopes reconheceu que a situação é delicada, já que o episódio foge da área de atuação dos Correios, e teria se mostrado "sensível" ao esforço de "minimizar ao máximo os prejuízos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.