Ministra desiste de nomear Emir Sader para direção da Casa de Rui Barbosa

Comunicado oficial de Ana de Hollanda foi publicado no site do MinC

Julia Baptista - Estadão.com.br; e Roldão Arruda - O Estado de S.Paulo,

02 de março de 2011 | 16h14

O sociólogo Emir Sader não será mais o diretor da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira pelo Ministério da Cultura (MinC). Em nota oficial publicada no site da pasta, a ministra Ana de Hollanda afirmou que "o nome do novo dirigente será anunciado em breve". A assessoria de imprensa do MinC não confirma, mas a desistência da nomeação de Sader pode ter acontecido em função da declaração que o sociólogo deu ao jornal Folha de S. Paulo, em matéria publicada no último domingo. Na entrevista, Sader chama a ministra de 'meio autista'.

 

Veja também:

linkPerfil de Emir Sader feito pela revista Piauí

blog Ministra da Cultura impõe saída de Emir Sader e continua alvo do fogo amigo

 

O trecho da entrevista que teria irritado a ministra é: "Tem o corte, o orçamento é menor, e tem dívidas. Desde março não se repassou nada aos Pontos de Cultura. Teve uma manifestação em Brasília. Está estourando na mão da Ana porque ela fica quieta, é meio autista".

Em seu blog na internet, o sociólogo e cientista político Emir Sader, comentou de forma indireta a decisão da ministra Ana Hollanda de desistir de sua nomeação para o cargo de presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa, vinculada ao Ministério da Cultura. Sem se referir ao brevíssimo comunicado divulgado nesta quarta-feira pela ministra, anunciando a desistência, ele anuncia que irá desenvolver "em outro espaço público" o projeto que havia elaborado para a fundação.

 

Leia a nota oficial:

 

Comunico que o senhor Emir Sader não será mais nomeado presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa. O nome do novo dirigente será anunciado em breve.

Ana de Hollanda

Ministra de Estado da Cultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.