Ministra da Cultura escolhe cientista político para presidir Fundação

Anúncio foi feito um dia após comunicado da desistência da indicação de Emir Sader para o cargo

Estadão.com.br,

03 de março de 2011 | 16h04

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, escolheu o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos para presidir a Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio, ligada ao Ministério da Cultura (MinC). O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 3, um dia após a ministra desistir da escolha do sociólogo Emir Sader para o cargo.

Wanderley Santos é professor pesquisador da Universidade Cândido Mendes, com graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1958), doutorado em Ciência Política pela Stanford University (1969) e pós-doutorado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986) . Santos também é membro de corpo editorial da Nova Economia (UFMG) e da Sociedade e Estado. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Teoria da Democracia.

 

Entre as obras publicadas pelo cientista político estão: Décadas de Espanto e uma Apologia Democrática, Roteiro Bibliográfico do Pensamento Político-Social Brasileiro, O Ex-Leviatã Brasileiro: do Voto Disperso ao Clientelismo Concentrado e Paradoxos do Liberalismo: Teoria e História.

 

Veja também

 

Análise: A gênese de uma crise

 

Ministra desiste de nomear Emir Sader para direção da Casa de Rui Barbosa

Tudo o que sabemos sobre:
Ministério da CulturaEmir Sader

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.