Ministério Público pede a suspensão do Rock in Rio

A Promotoria de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor, do Ministério Público do Rio de Janeiro, entrou na noite desta terça-feira, 17, com uma liminar em que pede a suspensão do Rock in Rio por causa das condições verificadas nos postos de saúde durante o primeiro fim de semana do evento. Agentes consideraram que nas áreas para atendimento não havia médicos suficientes, que os espaços eram reduzidos e que não havia pistas de escape seguras para a remoção de pacientes. A assessoria de imprensa do Rock in Rio disse que ainda não foi notificada, mas que está providenciando melhorias no setor.

JULIO MARIA, ENVIADO ESPECIAL, Agência Estado

18 Setembro 2013 | 02h28

Mais conteúdo sobre:
Rock in RioMPsuspensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.